Buscar
  • LOHAM

New Age

Eu tô morrendo de preguiça

Com fadiga dessa vida

Descansar virou pecado, engoliram meu salário

Nem paguei o analista


Me tornei equilibrista

Faço a linha altruísta

Um freelancer dedicado, jovem muito descolado

A cabeça, uma pilha


Nessa New Age, não há mais patrão

É glamouroso, viver em exaustão

A nossa mente, virou um porão

Sem tesão, sem tesão, sem tesão


Tempo perdido, paguei no cartão

O tal sucesso, é só distração

O que importa, ficou no porão

Não pergunte, não faça questão


Eu tô morrendo de preguiça

Com fadiga dessa vida

Descansar virou pecado, engoliram meu salário

Nem paguei o analista


Me tornei equilibrista

Sigo a linha produtiva

Um freelancer dedicado, jovem muito descolado

A cabeça, uma pilha


Nessa New Age, não há mais patrão

Não há mais tempo, nem contemplação

É glamouroso, viver em exaustão

Sem tesão, sem tesão, sem tesão


Tempo perdido, paguei no cartão

O tal sucesso, é só distração

O que importa, ficou no porão

Não pergunte, não faça questão

Eu nem paguei o analista


Composição: Loham

Faixa do disco Igarapé Elétrico


Ouça New Age no YouTube


Ouça New Age no Spotify



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo