Buscar
  • LOHAM

Letras Ponte Palafita - LOHAM

Atualizado: 10 de abr.



Arte de Capa: Beatriz Belo @beademilho

Vivendo atualmente em Goiânia, Loham retorna com o inédito Ponte Palafita,

seu segundo álbum de estúdio que apresenta cinco canções autorais marcadas pela

sonoridade amazônica e pelos elementos clássicos da música popular brasileira.


Os goianos Artu Artu e Will Silveira cuidaram dos arranjos, produção e pós-

produção do disco, que contou com participação especial do músico Douglas Sá.


FOTO: @CAPITANCHO

Ponte Palafita celebra a cultura brasileira pela perspectiva da cultura
Amazônida, é uma homenagem aos povos originários e uma provocação aos olhares
colonizados. Nossa música é um meio de encontrar conexões, referências e identidades.
A alma de um Brasil profundo.
Loham.

1 - Ponte Palafita


Ponte palafita, abre meu caminho

Sigo minha prece e o rito nativo

Brasil desconhece a origem do rio Deságua, deságua, deságua


Ponte Palafita, cruzou teu caminho

Ancestral se perde, em concreto maciço

Paredes erguidas, o elo perdido

Desalma, desalma, desalma


Mergulhei, pra não margear

Foi nos livros, foi no labutar

Conquistei, esse é o meu lar

Sim, eu vou, vou palafitar


Minha história e as lembranças

Tu não tens como julgar

É preciso descolonizar


Minha história e as lembranças

Tu não tens como julgar

É preciso descolonizar


Ponte palafita, abre meu caminho

Sigo minha prece e o rito nativo

Brasil desconhece a origem do rio

Deságua, deságua, deságua


Ponte palafita, cruzou teu caminho

Ancestral se perde, em concreto maciço

Paredes erguidas, o elo perdido

Desalma, desalma, desalma


Ponte Palafita

Deságua, deságua

Ponte Palafita

Deságua, deságua


Ponte palafita, cruzou teu caminho


Paredes erguidas, o elo perdido

Desalma, desalma, desalma

Deságua, deságua, deságua

Desalma, desalma, desalma

Deságua, deságua, deságua


2 - Búfalo


Vai, vai fazendo, vai, vai fazendo

Vai, faz com medo, faz assim mesmo

Vai vai, que tá vindo a onda


Vai vai, que tá vindo a onda


Vai, vai fazendo

Vai, vai fazendo

Vai, faz com medo, faz assim mesmo

Estamos na Amazônia, vai vai, que tá vindo a onda


Para de pavulagem, caboclo

Vigia bem, não te faz de doido

Vai vai, que tá vindo a onda

Vai vai, que tá vindo a onda


Para de pavulagem, caboclo

Tá alagando, passa o rodo

Vai vai, que tá vindo a onda

Estamos na amazônia


Pororoca abriu

A prancha subiu

Estamos no Brasil

Surfando na Amazônia


Gengibirra tio

No calor do rio

Energia a mil

Amapá tira onda


Capitão fugiu

No navio partiu

Levou meu vinil

Tem que segurar a onda


Vai, vai fazendo

Vai, vai fazendo

Não perde tempo, faz assim mesmo

Vai vai, que tá vindo a onda

Vai vai, que tá vindo a onda


Vai, vai fazendo

Vai, vai fazendo

Não perde tempo, faz assim mesmo

Estamos na Amazônia, Amapá tira onda


Para de pavulagem, caboclo

Vigia bem, não te faz de doido

Vai vai, que tá vindo a onda

Vai vai, que tá vindo a onda


Para de pavulagem, caboclo

Tá alagando, passa o rodo

Vai vai, que tá vindo a onda

Estamos na Amazônia


Pororoca abriu

A prancha subiu

Estamos no Brasil

Surfando na Amazônia


Gengibirra tio

No calor do rio

Energia a mil

Amapá tira onda


Capitão fugiu

No navio partiu

Levou meu vinil

Tem que segurar a onda


Vai, vai fazendo

Vai, vai fazendo

Não perde tempo, faz assim mesmo

Vai vai, que tá vindo a onda


3 - Não se Torture


Quero viver direito, feliz, sem medo, me apaixonar

Poder me olhar no espelho e no reflexo me inspirar

Tirei você do meu peito, não há angústias pesando em mim

Me sinto mais leve, com novos sonhos, quero seguir assim


Não me procure, não se torture

Não me procure mais

Dor que confunde, saia se mude

Não, eu não volto atrás


Não me procure, não se torture

Não me procure mais

Dor que confunde, não se lamurie

Não, eu não volto atrás


Você aprendeu errado, o amor de fato vem libertar

Me largue, me dê espaço

Quero viver, quero respirar

Você usou meu desejo pra me iludir e me machucar

Partiu minha alma

Em mil retalhos

Vou me recosturar


Não me procure, não se torture

Não me procure mais

Dor que confunde, não se lamurie

Não, eu não volto atrás


Não me procure, não se torture

Não me procure mais

Dor que confunde, saia se mude

Não, eu não volto atrás


Teu malfeito, foi mal feito

Teu malfeito, te desfez

Teu malfeito, foi mal feito

Não haverá, outra vez


Teu malfeito, foi mal feito

Teu malfeito, se desfez

Teu malfeito, foi mal feito

Não haverá, outra vez


Não haverá, outra vez

Não haverá, outra vez

Não haverá, outra vez


4 - Françoise Forton


Essa noite sonhei com Françoise Forton

Ela estava no hotel

De vestido azul

Sem querer esbarrei, corredor comum

Assustei e gritei, Françoise Forton


Françoise Forton

De vestido azul

Françoise Forton

Gentileza in Blue

Françoise Forton

Um sonho incomum

Françoise Forton

De vestido azul


Ela riu quando ouviu eu pedir desculpas

Se virou e falou:


Caem três euros, na minha conta quando alguém, fala o meu nome certo por aí (2x)


Françoise Forton

De vestido azul

Françoise Forton

Gentileza in Blue

Um sonho incomum


Caem três euros na minha conta, quando alguém fala o meu nome certo por aí


5 - Égua, Mano


Égua mano, tu és o bicho

O bicho, o bicho

Tens as chaves, do paraíso

Bendito ofício


Viaja do topo do norte

Pra praia do forte

Deixando raízes ao léu

Carregas contigo a seiva das nossas palmeiras

Aldeia clamando pro céu


Brasólia que sempre te acolhe

Demove e remove, pintura em tinta de fel

Quem olha deseja tua glória

Não sabe das horas, dos termos

Soturno papel


Égua mano, tu és o bicho

O bicho, o bicho

Tens as chaves do paraíso

Bendito, ofício


Tu podes mudar trajetórias

Criar um futuro

Abrir um caminho pro céu

Pra ti e pra toda tua gente, mas cuida da mente

A fraqueza tem gosto de mel


Brasólia que sempre te acolhe

Demove e remove, pintura em tinta de fel

Quem olha deseja tua glória

Não sabe das horas, dos termos

Soturno papel


Lembra mano, tu és o bicho

O bicho, o bicho 2x

A responsa, está contigo

Te lembra, bem disso

Égua, mano!


OUÇA AGORA O EP PONTE PALAFITA

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo